Quer saber qual é o segredo de uma boa redação?    
como fazer redacoes 00

 

Um segredo para atrair a admiração das pessoas é entregar-lhes, além daquilo que esperam de nós, algo que não esperam e que muito lhes agrade, como um presente surpresa.

Os examinadores, que são pessoas comuns, quando têm o privilégio de corrigir uma redação criativa e original, recebem esse presente, digno de ser arquivado e exibido como modelo.

Saiba que conquistar o fascínio do corretor já é a metade do caminho para que a sua redação obtenha uma nota elevada e os holofotes das mídias.

Pensando nisso, vou lhe mostrar técnicas simples, mas super eficazes de como fazer redações únicas, que encherão os olhos de qualquer corretor.

Para isso, vou trabalhar tanto com a forma quanto com o conteúdo do texto, além de deixar algumas dicas preciosas para que você desenvolva ou aprimore a sua criatividade.

Para arrasar nas redações a partir de agora, siga em frente!

2 Problemas a serem resolvidos na redação

como fazer redacoes 01

Quando cursei publicidade, a professora propôs um exercício para desenvolver a criatividade.

Consistia em ler o livro “A História sem Fim”, do Michael Ende, e resolver o problema das estórias apresentado na trama, criando desfechos para elas.

Para você que não está em um curso de publicidade e apenas quer fazer uma redação criativa, eu só mencionei isso para lhe mostrar algo que há muito já é sabido: a solução criativa nasce a partir de um problema.

E, de fato, a redação dissertativa apresenta-nos dois: um problema a ser resolvido e o texto a ser escrito para debater esse problema.

Para resolvê-los de forma esplêndida, você precisará de uma boa dose de criatividade e de algumas técnicas para trabalhar com a forma e o conteúdo do texto.

Vamos resolver primeiro o problema da criatividade.

Como desenvolver ou aprimorar a sua criatividade

omo fazer redacoes 02

A solução criativa não é inventada a partir do nada, ela nasce de outras ideias já criadas.

Se você estiver anotando essas dicas, talvez você esteja até com um exemplo real disso materializado na sua mão, o lápis-borracha.

O lápis borracha é uma combinação de duas ideias geniais que formaram uma terceira mais aprimorada.

E tantas outras que existem, como a caneta com mais de uma cor, o computador, que une várias invenções em uma etc.

Mas para ter a habilidade de formar essas combinações e criar a ideia engenhosa que será  empregada na sua redação, vou propor-lhe quatro tarefas que você deve desenvolver no dia a dia:

Aprender coisas diferentes

como fazer redacoes 03

Para ter condições de criar coisas novas, você precisará ter fome de saber. A curiosidade é a maior amiga nessas horas.

Com o aprendizado de ramos diversos do conhecimento, você possuirá ferramentas para combinar saberes e desenvolver as suas próprias teorias.

Eu não tenho dificuldades nessa parte, pois sempre tive essa curiosidade. Quando eu era mais novo, lia livros didáticos, não por exigência de professores, mas apenas por vontade de conhecer sobre novos assuntos.

Leia também:
18 Coisas Que Só Um Imbecil Faria em Uma Redação Dissertativa

Ainda outro dia, peguei-me assistindo a um documentário sobre física quântica, assunto do qual nada sabia.

Com uma bagagem desse tipo, você pode citar e combinar diversas áreas do conhecimento em sua redação; isso vai colocá-lo(a) à frente de muita gente que não busca novos conhecimentos.

Estar bem informado

como fazer redacoes 04

A essas alturas, você já sabe que é preciso estar bem informado para fazer uma redação.

Mas talvez o que você não saiba é que não é apenas necessário informar-se sobre o provável assunto que será discutido na redação, mas de diversos outros.

Se criar é combinar, você pode aglutinar informações diferentes para formar a sua opinião e compor a sua argumentação.

Por isso, tenha acesso a notícias de todos os seguimentos, pois você pode precisar delas a qualquer momento.

Estando nesse grau de preparação, quando você estiver diante da folha em branco pensando em quais argumentos usar, os insights surgirão na sua mente, multiplicando o número de ideias que iriam surgir.

Consumir manifestações artísticas diversificadas

como fazer redacoes 05

Sempre que você puder, consuma manifestações artísticas diversificadas em diferentes formatos: literatura, pintura, arte cênica, música etc. e frequente museus, cinemas, teatros, concertos, exposições e outros.

Com uma mente aberta para a cultura de uma maneira geral, a sua criatividade vai explodir, aumentando surpreendentemente o seu repertório, chegando até a ser desleal com os seus concorrentes… (rs)

Essa é uma dica de ouro, não abra mão dela. Eu já cansei de usar exemplos de pinturas, música, cinema, literatura em meus textos.

E, como sou um consumidor voraz, esses exemplos surgem fácil na minha cabeça.

Como, no seu caso, a criatividade desenvolvida vai ser para a escrita, eu destaco a literatura dentre essas formas de arte.

Com ela, além de promover o desenvolvimento de novas ideias, você terá acesso a figuras de linguagens magistrais como esta, do livro “O Coronel e o Lobisomem”, de José Cândido de Carvalho, que lhe vão servir de inspiração:

Já um estirão era andado quando, numa roça de mandioca, adveio aquele figurão de cachorro, uma peça de vinte palmos de pêlo e raiva.

Dispor a sua ideia em um mapa

como fazer redacoes 06

Reza a lenda que, se as ideias forem jogadas no papel de uma forma meio desorganizada, elas surgem com mais facilidade, pois o cérebro trabalha de forma não linear.

Quando eu digo mapa aqui, no seu caso, estou referindo-me ao seu rascunho, sugerindo que você trace o mapa do seu texto à maneira de um mapa mental.

Clique aqui  e veja o meu, que usei para escrever esse artigo.

Normalmente eu uso um mapa mental no computador, mas neste artigo decidi fazer um esboço no papel para que você veja como você pode fazer na hora da prova.

O segundo problema da redação que vai estimular a sua criatividade é o texto em si. Tratemos dele agora.

Forma e conteúdo do texto

como fazer redacoes 07

O texto é um organismo vivo que cria realidades. A forma é a pele desse organismo, isto é, as palavras, suas combinações, a pontuação juntamente com as regras que se harmonizam para formar o texto.

O conteúdo é os órgãos internos em funcionamento, ou, em outros termos, o sentido produzido a partir da combinação dos elementos que compõem a forma.

Para criar uma redação inovadora trabalhando com a forma do texto, é preciso usar diversos recursos. Citarei alguns com os quais trabalharemos:

  • Figuras de linguagem
  • Manifestações artísticas e de outros ramos do conhecimento
  • Histórias / estórias
Leia também:
O Que São Gêneros Textuais? Saiba Exatamente Tudo Neste Artigo

Para trabalhar com o conteúdo, trabalharemos com os seguintes recursos:

  • Argumento ideal
  • Proposta de intervenção criativa (ENEM)

Usar figuras de linguagem

como fazer redacoes 08

Usar figuras de linguagem é colorir com palavras; é pegar um texto sem nenhum atrativo e transformá-lo, de forma sublime, em uma obra de arte.

Exatamente por serem subjetivas, isto é, por exibirem o toque pessoal de quem as usa, é que o uso delas faz um texto ser exclusivo e singular.

Isso, claro, desde que você invente as suas e não reutilize figuras já criadas e desgastadas, como dizer que algo mal é uma chaga ou um câncer, por exemplo.

Vamos trabalhar com três das mais significativas e que provocam mais impacto no resultado final de um texto, aumentando nele a beleza:

  • Metáfora
  • Metonímia
  • Prosopopeia

Metáfora

A metáfora é tida como a linguagem dos deuses, tal é a maravilha que produz. Ela é uma espécie de comparação subjetiva e direta.

O cuidado que se deve tomar em uma redação dissertativa é a forma como a usar. Use-a para definir algo, não para descrever.

Para descrever, as palavras têm de ter o seu sentido objetivo, real, denotativo, como as que estão sendo usada nesse texto para explicar o conteúdo.

Agora, vejamos um exemplo de linguagem metafórica na redação:

As manifestações culturais são lentes para o homem, que ampliam a visão estreita e transforma o já conhecido cotidiano em realidades mais abrangentes.

No caso aqui as manifestações culturais foram comparadas a lentes porque ambas têm a condição de ampliar a visão, uma no sentido literal, outra no sentido figurado.

Metonímia

Embora a metonímia não seja uma comparação, como a metáfora, ela também substitui uma palavra por outra.

A diferença é que, enquanto na metáfora a palavra tem de ter um ponto de semelhança com a outra para substituí-la, na metonímia, tem de ter uma ligação.

Outra diferença é que ela pode ser usada em quase todas as situações na redação dissertativa.

Vamos a um exemplo:

A cultura é transformadora; ela tem o poder de fazer o homem trocar o revólver por um diapasão.

Revólver tem relação com o crime enquanto diapasão (afinador de instrumentos), com a música e com a arte, por extensão.

 Prosopopeia

A prosopopeia é a arte de enxergar comportamentos, sentimentos e características em geral de um ser animado em um inanimado ou vice-versa.

Exemplo:

O mesmo homem que provocava a dor fazendo o revólver vomitar projéteis em outros seres humanos, agora causa o prazer fazendo o violino chorar.

Veja que revólver não vomita e violino não chora, senão homens fazem-nos; mas através do uso da figura de linguagem, isso passou a ser possível.

Citar manifestações artísticas e de outros ramos do conhecimento

como fazer redacoes 09

Se você inserir partes de manifestações artísticas que você consumiu e partes de manifestações de outros ramos do conhecimento que você aprendeu, seu texto será exclusivo.

A função da primeira é colocar pitadas de erudição na redação, assim como a da segunda, de enriquecê-la.

Mas é importante você adicionar manifestações que você conheça de fato, não passagens isoladas que você leu por aí e alguém disse que era bom colocar na redação.

Eu deixo aqui mais uma recomendação: essas citações servem para ampará-lo na abordagem do assunto e abrilhantar o seu texto, não como prova cabal de que os seus argumentos são válidos.

Para isso, lançar mão de dados concretos e exemplos é muito mais válido.

Leia também:
Como Começar Uma Redação em Grande Estilo? Veja 22 Ótimas Maneiras (A Décima é a Minha Preferida)

Vamos ver, com exemplos, o emprego dessas manifestações:

  • Manifestações artísticas (podem ser citadas artes plásticas, cinema, música, artes cênicas e muitas outras):

Não é de hoje que o acesso das classes menos favorecidas à cultura é dificultado. Há cerca de trinta anos, o conjunto musical Titãs, reproduzindo uma voz popular pelo tom informal das palavras, já rogava na sua canção: ‘A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte’.

  • Manifestações de outros ramos do conhecimento (podem ser citadas física, biologia, astronomia, química etc.):

Assim como a teoria da Seleção Natural, de Charles Darwin, apregoa que os seres vivos transferem geneticamente mutações que sofreram para se adaptar ao meio ambiente, uma civilização com mais acesso à cultura transfere aos seus descendentes o gosto pelas artes, aumentando a probabilidade de os filhos terem uma erudição maior do que os seus ancestrais.

Contar histórias para ilustrar

como fazer redacoes 10

Contar histórias não só é uma forma extraordinária de introduzir e contextualizar um assunto, tornando-o claro tal qual o cristal, como também é uma maneira de deixar a escrita criativa.

Mas, cuidado! Quando digo contar estórias, não é para recriar os infindáveis contos de As Mil e Uma Noite; basta um relato breve e já causará um grande efeito na sua redação.

Outra advertência é que essa estória só pode ser usada na introdução, pois no desenvolvimento o assunto já está sendo debatido e não há espaço para outros temas.

Há quatro formatos para se contar histórias. Seguem os exemplos de cada um:

  • Narração:

Felisberto foi preso por roubo. Muito diferentemente dos seus companheiros de cela, não se especializou em outras formas de praticar crimes, antes aprendeu a tocar violino na prisão com professores voluntários. Hoje é integrante da Orquestra Filarmônica do Rio de Janeiro. Embora esse relato seja ficção, o acesso das classes menos privilegiadas ou marginalizadas à cultura e à arte tem causado transformações dessa natureza no meio da sociedade.

  • Narração em flashes:

Roubo. Condenação. Prisão. Aula de violino. Aprendizado. Fim da pena. Orquestra Filarmônica do Rio de Janeiro. Embora esse relato seja ficção, o acesso das classes menos privilegiadas ou marginalizadas à cultura e à arte tem causado transformações dessa natureza no meio da sociedade.

  • Descrição:

Na família Albuquerque, o pai gosta de teatro, a mãe, de artes plásticas, o filho, de literatura e está desenvolvendo um carro movido a água. Na família Silva, o pai assiste ao Programa do Ratinho, a mãe, a novelas, o filho faz a mesma coisa que os pais e quer arrumar um emprego. O acesso das classes menos privilegiadas à cultura é uma realidade distante no país, mas um caminho inevitável para que as futuras gerações tenham interesse em promover o desenvolvimento do país e adquiram condição para isso.

  • Descrição com frases nominais curtas:

Escolas em ruína. Bibliotecas sem livros. Vilarejos sem internet. Teatros inacessíveis. Cultura cara. O acesso das classes menos privilegiadas à cultura é uma realidade distante no país, mas um caminho inevitável para que as futuras gerações tenham interesse em promover o desenvolvimento do país e adquiram condição para isso.

→ Quer ver outras formas de começar uma redação? Clique neste link aqui.

Formular o argumento ideal

como fazer redacoes 11

Como você já deve saber, para criar argumentos é preciso fazer a pergunta “Por que?” a sua tese na redação.

Leia também:
Revelado! Todos Os Segredos de Uma Redação Nota 1000 do ENEM

Mas, para fugir do trivial e fazer redações realmente sem iguais, é preciso rejeitar a primeira resposta que vem à mente, pois fatalmente ela é resultante de um pensamento voltado para o senso comum.

Então, diante da seguinte tese: “O acesso das classes menos privilegiadas à cultura e à arte é o caminho para o desenvolvimento do país”, a primeira resposta que viria (para mim) seria:

  • Porque a cultura amplia a visão crítica do cidadão, proporcionando-lhe mais condições de discernir o que é eficaz e o que é ineficaz para promover mudanças.

Mas se pararmos para pensar, veremos que ampliar a visão crítica é o chamado lugar comum, pois se a necessidade fosse de melhorar o ensino, também levaria ao surgimento dessa ideia.

Logo, usando uma segunda opção (mais criativa, porque é mais elaborada) eu responderia:

  • Porque a cultura é transformadora, ela tem o poder despertar talentos, convertendo pessoas sem perspectivas em homens e mulheres voltados para o progresso pessoal e, consequetemente, do país.
FIQUE ATUALIZADO!
Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente nossas atualizações
 

Por isso, ao se propor a responder essa pergunta, crie mais de uma resposta, para poder rejeitar a mais banal, que geralmente é a primeira.

Propor uma intervenção social criativa (ENEM)

como fazer redacoes 12

Quem vai fazer o ENEM já sabe que precisa propor uma intervenção social para o problema discutido na redação.

Saiba mais sobre esse critério de avaliação neste artigo aqui.

O que o ENEM espera é que a proposta seja praticável, mas você, que está produzindo uma super redação, pode ir além e criar uma que seja realizável e criativa.

Para isso, vale o mesmo princípio da dica anterior: rejeite as primeiras ideias, porque quase sempre será o que todos os candidatos que vão fazer a prova escreverão.

Para a tese escolhida acima, muitos iriam sugerir, de imediato, que o Governo fizesse parcerias com teatros, cinemas, museus etc. para baratear o preço dos ingressos.

Como eu sei disso? Porque essa também foi a minha primeira ideia que, se colocada na redação, iria diminuir o brilho de todo o trabalho anterior.

Então, uma segunda dica, mais criativa, seria propor que o Ministério da Cultura promovesse atores itinerantes para levar teatro de fantoches a comunidades carentes e peças educacionais aos adultos.

Isso vai depender do nível de criatividade de cada um. Mas, lembre-se, tenha sempre mais de uma proposta para que você tenha a liberdade de rejeitar as que parecerem mais elementares.

Recapitulando (Como fazer redações com criatividade e inovação)

como fazer redacoes 13

Nós vimos neste artigo que você pode entregar, além daquilo que é pedido na proposta de redação, algo muito melhor:

  1. Desenvolvendo a criatividade:
    1. Ao aprender coisas diferentes
    2. Ao estar bem informado
    3. Ao consumir manifestações artísticas diversificadas
    4. Ao expor a sua ideia em um mapa
  2. Usando figuras de linguagem:
    1. Com metáforas
    2. Com metonímias
    3. Com prosopopéias
  3. Citando manifestações artísticas e de outros ramos do conhecimento
  4. Contando histórias para ilustrar:
    1. Com narração
    2. Com narração em flashes
    3. Com descrição
    4. Com descrição em frases nominais
  5. Formulando o argumento ideal
  6. Propondo uma intervenção social criativa (ENEM)

Bem, a essas alturas você já deve estar com mil ideias e louco(a) para fazer a sua redação.

Para finalizar, quero deixar um vídeo do Murilo Gun que traz mais ideias para desenvolver a criatividade:

Se você gostou do artigo ou ficou com alguma dúvida, deixe um comentário que eu terei satisfação em respondê-lo.

Espero que essas dicas sobre como fazer redações criativas e inovadoras tenham lhe ajudado nessa jornada rumo ao conhecimento. Sucesso sempre!

Leia também:
O Que é Tipologia Textual? Saiba Exatamente Tudo neste Artigo!

Até…

Você Também Vai Gostar:
Ebook Propostas de Intervenção Originais

Sobre o autor

É profissional de Letras, especialista em redação e profundo admirador da arte da escrita.

4 Comments

  1. Adorei! Obrigada pela generosidade em partilhar seus conhecimentos com o mundo!!! Aprendendo muito a cada artigo seu que leio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo