Quer saber qual é o segredo de uma boa redação?  
proposta-de-intervencao-00

Você tem alguma dúvida de que a nota da competência 5, na redação do ENEM, é a mais difícil de se atingir?

Foi feito um levantamento uns anos atrás e constatou-se que a média é de 60 pontos abaixo do registrado nas outras competências.

Falando por mim, é raro encontrar uma proposta feita por algum aluno que seja muito sofisticada.

Calma! Você deve estar pensando que é impossível, então, criar uma proposta de intervenção que seja original e que garanta a nota máxima.

Só que não! Estão aí espalhadas as redações nota 1000 que não me deixam mentir.

O grande erro que percebo, é que a maioria pensa como a manada na hora de escrever, repetindo clichês ou levando frases prontas e até propostas inteiras para a prova.

A partir de agora, isso vai acabar na sua vida!

Depois de ler este artigo, você vai sair com tantas ideias, que terá vontade de fazer propostas de intervenção para todos os temas que encontrar pela frente.

Você verá as técnicas que eu utilizo para pensar fora da caixa e fazer a melhor e mais criativa proposta possível.

Quer saber mais? Continue lendo!

O que é proposta de intervenção social do ENEM?

proposta-de-intervencao-01

A proposta de intervenção social é uma sugestão que deve ser incluída na redação do ENEM para resolver um problema de ordem social proposto pelo tema.

Essa proposta é cobrada na competência 5 da avaliação e, como as demais competências, vale de 0 a 200 pontos.

→ Quer saber em detalhes quais são as outras competências. Clique aqui!

Os mandamentos máximos dessa competência são os de que:

Se esses “mandamentos” não forem respeitados, você zera nessa competência. O agravante, no caso de não se considerar o último, é a anulação da redação inteira.

Sendo assim, ainda que a sua opinião não seja favorável a algum ponto dos direitos humanos, escreva como se fosse para evitar ser penalizado.

Dificuldade da maioria

proposta-de-intervencao-02

A grande dificuldade da maioria, é que pensam que o ENEM exige que a proposta de intervenção seja a solução para os problemas apresentados ou que seja megainovadora.

O que o ENEM espera, na verdade, é uma sugestão que se apresente como uma intervenção, como algo que vá de encontro ao problema, não a resolução nem tampouco que seja algo totalmente inédito.

Não que, claro, se ela apresentar essas duas características, seja um problema.  😀

Outra confusão muito frequente é se a proposta tem de ter relação só com o tema ou com os argumentos usados.

Ela precisa de fato ter relação com ambos; se não tiver com o primeiro, zera; se tiver com o primeiro, mas não tiver com o segundo, reduz drasticamente a nota.

Via de regra, se você empregar dois argumentos na redação, deverá haver duas sugestões na proposta de intervenção, cada uma relacionada a um argumento.

Leia também:
Como Desenvolver Uma Redação Dissertativa Argumentativa de Forma Brilhante com Causa e Consequência

Por isso que não adianta decorar propostas prontas, pois elas são feitas sob medida com base na sua defesa.

Você verá mais adiante que, dependendo dos argumentos, é possível criar apenas uma sugestão.

Onde deve vir a proposta de intervenção?

proposta-de-intervencao-03

A proposta de intervenção pode vir tanto no desenvolvimento do texto quanto na conclusão; não há uma exigência sobre essa questão.

No entanto a minha recomendação é que seja no parágrafo conclusivo por duas razões:

  1. A conclusão, em si, encaixa-se em um período curto e deixa espaço, no parágrafo, para uma observação final
  2. Se utilizar o desenvolvimento, os seus argumentos e estratégias argumentativas serão comprimidos e poderão ser afetados

Obviamente, dependendo de sua habilidade na escrita, pode ser feita no corpo da redação sem nenhum prejuízo.

Clique aqui e veja uma redação nota 1000 que fez isso.

Ok. Mas, enfim, quais são as características obrigatórias de minha proposta de intervenção?

Veja agora a técnica que eu utilizo para criá-la exatamente de acordo com o que é exigido pelo ENEM.

Técnica RACOME

proposta-de-intervencao-04

Para se certificar de que a proposta será aceita e, portanto, avaliada como viável pela banca examinadora do ENEM, eu recomendo a técnica “RACOME”.

Essa técnica consiste em passar a sua ideia por 6 filtros formados pelas letras que compõem o acrônimo RACOME:

  1. R elevantes
  2. A plicáveis
  3. C oncretas
  4. O riginais
  5. M odernas
  6. E xplicadas

Para explicar e exemplificar cada um, vou trabalhar com o tema: “A baixa qualidade do ensino fundamental e médio na rede pública e o desenvolvimento do país”.

Vamos a eles:

1-     Relevantes

A proposta relevante é aquela que realmente ajuda a solucionar o problema.

Se eu propusesse, para o tema em questão, a melhoria das merendas, mobiliários ou prédios das escolas públicas, poderia até ser considerada dentro da temática, mas não seria relevante, pois não impactaria na qualidade do ensino.

2-     Aplicáveis

A proposta aplicável é aquela que é realista e não contém ideias absurdas.

Se eu propusesse trocar todos os professores da rede pública que não possuíssem títulos por doutores, seria relevante, mas inaplicável, porque não haveria tantos profissionais disponíveis e elevaria muitos os custos dos municípios e estados com educação.

Sem contar que muitos não iriam querer dar aulas em escolas públicas.

3-     Concretas

A proposta concreta é aquela que é específica para o problema, não genérica.

Se eu propusesse a adoção, nas escolas públicas, do método de estudo da Finlândia, líder mundial no ranking educacional, seria uma sugestão relevante, aplicável, mas não concreta, pois não levaria em conta a realidade brasileira.

4-     Originais

A proposta original evita o senso comum.

Se eu propusesse a melhoria da capacitação dos professores ou a divulgação da importância dos estudos por meio da mídia ou palestras, seria relevante, aplicável, concreta, mas não original, pois essa seria a ideia da grande maioria.

5-     Modernas

A proposta moderna conta com os recursos disponíveis na atualidade.

FIQUE ATUALIZADO!
Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente nossas atualizações
 

Se eu propusesse aumentar o aparelhamento das escolas com mimeógrafos, cartilhas didáticas, retroprojetores poderia ser considerada relevante, aplicável, concreta, original, mas não seria moderna, pois existem recursos mais avançados hoje.

6-     Explicadas

A proposta explicada é a que traz os detalhes de como realizar.

Se eu propusesse que seriam premiadas as escolas públicas que melhorassem o seu desempenho através das notas dos alunos e da aprovação nos vestibulares, mas não descrevesse como seria a avaliação e qual tipo de prêmio receberia, seria relevante, aplicável, concreta, original, moderna, mas não teria sido explicada.

Leia também:
Como Corrigir uma Redação? Todas as Técnicas Possíveis e Imagináveis Que Você Precisa Saber para Revisar o Seu Próprio Texto

Dito isso, passemos agora a ver como criar a proposta de intervenção social passo a passo.

Como ter ideias para a proposta de intervenção

proposta-de-intervencao-05

Como já foi dito, adotar o discurso de que não há solução para o problema, pode ser fatal para a sua nota na competência 5.

Diante disso, o que lhe resta é criar a melhor proposta de intervenção possível. E os meios para se chegar a isso é através de perguntas ao problema apontado no tema.

Perguntas são interessantes porque nos obrigam a pensar para achar as respostas; respostas que serão a matéria prima da sua proposta.

As seguintes perguntas devem ser feitas:

  1. Quais as soluções para esse problema?
  2. Como, onde, por que e por quem colocar essas soluções em prática?

Não se esqueça de se certificar de que as ideias que surgirem, vindas das respostas, passam pelos 6 filtros apontados no tópico anterior.

Vamos aplicar agora essas perguntas ao tema trabalhado no tópico anterior e montar a nossa proposta de intervenção.

Montando a proposta de intervenção

proposta-de-intervencao-06

Para exemplificar, suponhamos que, no tema em questão, eu tenha usado os seguintes argumentos:

O desenvolvimento do país, que depende da educação, está estagnado devido à baixa qualidade do ensino na rede pública. Isso ocorre por causa:

  1. do despreparo dos professores
  2. da falta de recurso nas escolas

Levando em conta esses argumentos, vou responder então às perguntas para obter ideias:

1.  Quais as soluções para esse problema?

  1. Saber se o professor está qualificado para a sua função
  2. Aumentar o aparelhamento das escolas com livros, computadores, data show etc.

2.  Como, onde, por que e por quem colocar essas soluções em prática?

Como / Onde:

  1. Aplicando avaliações periódicas aos professores e acompanhando o desenvolvimento deles por meio de gráficos
  2. Aumentando o repasse de verba para a educação

Por quê?

  1. Para cobrar maior aprimoramento do professor
  2. Para dar mais suporte ao professor e ao aluno

Por quem? (pais, mídia, Governo, órgãos do Governo, ONGs, sociedade etc.)

  1. Ministério da Educação
  2. Governo

É provável que você não precise usar todas essas informações, mas tê-las, dá mais clareza à proposta que você quer formular.

Vamos ver como ficariam, no texto, as ideias agrupadas na proposta de intervenção?

Como se vê, o despreparo dos professores e a falta de recursos das escolas afetam a qualidade do ensino na rede pública e, por extensão, o desenvolvimento da nação. Em virtude disso, medidas tangíveis devem ser adotadas para impulsionar o país, como avaliações periódicas dos professores e acompanhamento de seus desenvolvimentos por meio de gráficos, feitas pelo Ministério da Educação com o intuito de cobrar um maior aprimoramento dos profissionais. Além disso, o Governo precisa aumentar o repasse de verbas para a pasta da educação com a finalidade de aparelhar melhor as escolas públicas.

Proposta de intervenção com apenas uma sugestão

proposta-de-intervencao-07

É possível trabalhar com apenas uma sugestão na proposta de intervenção, desde que:

  • Ela atenda a todos os argumentos
  • Ela seja mais detalhada

Vamos supor que, no tema mencionado, eu tenha usado os seguintes argumentos:

O desenvolvimento do país, que depende da educação, está estagnado devido à baixa qualidade do ensino na rede pública. Isso ocorre por causa:

  1. do despreparo dos professores
  2. da falta de incentivo a eles

Perceba que, como esses argumentos relacionam-se devido ao fato de os problemas virem de um mesmo causador (os professores), basta uma única sugestão que atue nele.

Leia também:
Como Começar Uma Redação em Grande Estilo? Veja 22 Ótimas Maneiras (A Décima é a Minha Preferida)

Refazendo então as perguntas e respostas, ficariam desta forma:

1.  Qual a solução para esse problema?

A + B – Saber se o professor está qualificado para a sua função e dar-lhe um bônus em dinheiro caso esteja

2.  Como, onde, por que e por quem colocar essas soluções em prática?

 

Como / Onde:

A + B – Aplicando avaliações periódicas aos professores e acompanhando o desenvolvimento deles por meio de gráficos

Por quê?

A + B – Para cobrar maior aprimoramento do professor e estimulá-lo a se dedicar mais a sua profissão

Por quem?

A + B – Ministério da educação

Veja o resultado:

Como se vê, a falta de incentivo ao professor e o seu despreparo afetam a qualidade do ensino na rede pública e, por extensão, o desenvolvimento da nação. Em virtude disso, uma medida tangível que poderia ser adotada para impulsionar o país são avaliações periódicas dos professores e acompanhamento de seus desenvolvimentos por meio de gráficos, feitas pelo Ministério da Educação, com a possibilidade do recebimento de um bônus em dinheiro caso o resultado dessa avaliação seja satisfatório, objetivando assim um maior aprimoramento dos docentes e mais dedicação a sua profissão.

A proposta de intervenção e a avaliação

proposta-de-intervencao-08

Veja a tabela do INEP que mostra a escala de pontos que você pode atingir em sua proposta de intervenção social, conforme ela contenha ou não o que é exigido:

proposta-de-intervencao-09

Bom, você já deve ter percebido que a classificação dos níveis de desempenho é passível de muitas críticas, pois não define, de forma objetiva, certas qualidades ou defeitos apresentados.

Por exemplo, o que é proposta vaga ou precária? Insuficiente? Mediana? Elaborar bem? Elaborar muito bem?

São todos valores relativos, que podem variar de um corretor para outro: o que é uma proposta muito boa para mim, pode não ser para outro.

No entanto, à luz dos requisitos que o próprio manual do candidato mostra, tentarei interpretar o que esses valores sugerem em cada nota:

0 Pontos

  • Desrespeitar os direitos humanos
  • Não apresentar a proposta
  • Apresentar uma proposta que não se relacione nem ao assunto

40 Pontos

  • Apresentar uma proposta que se relaciona ao assunto, mas não ao tema
  • Não ter nenhuma das características “RACOME”

→ Para saber a diferença entre assunto e tema, clique aqui.

80 Pontos

  • Apresentar uma proposta que se relaciona ao tema
  • Não apresentar uma proposta que leva em consideração os argumentos
  • Não ter a maioria das características “RACOME”

120 Pontos

  • Apresentar uma proposta que leva em consideração os argumentos
  • Apresentar uma proposta que se relaciona ao tema
  • Ter apenas algumas das características “RACOME”

160 Pontos

  • Apresentar uma proposta que leva em consideração os argumentos
  • Apresentar uma proposta que se relaciona ao tema
  • Ter quase todas as características “RACOME”

200 Pontos

  • Apresentar uma proposta que leva em consideração os argumentos
  • Apresentar uma proposta que se relaciona ao tema
  • Ter todas as características “RACOME”

Recapitulando…

proposta-de-intervencao-10

Nós vimos neste artigo que a proposta de intervenção social é uma exigência da prova de redação do ENEM e que vale 200 pontos.

Que estatisticamente são os 200 pontos mais difíceis de atingir entre as 5 competências.

Que, para criá-la, você deve identificar o problema no tema da redação, que geralmente é de ordem social, e fazer duas perguntas:

  1. Quais as soluções para esse problema?
  2. Como, onde, por que e por quem colocar essas soluções em prática?
Leia também:
Como Fazer Uma Boa Conclusão e Dar Um Desfecho Impecável a Sua Redação

Que, para garantir a pontuação máxima, após obter as ideias, você se deve perguntar se elas:

  1. São R elevantes?
  2. São A plicáveis?
  3. São C oncretas?
  4. São O riginais?
  5. São M odernas?
  6. São E xplicadas?

Você recebeu aqui técnicas inéditas para fazer uma proposta única, com a sua marca, com a sua identidade.

São técnicas poderosíssimas que, se colocadas em prática, vão garantir, com toda a certeza, a nota máxima na competência.

→ Agora que a competência 5 não é mais uma preocupação para você, aprenda também como fazer o restante da redação clicando aqui.

Bom, eu fico por aqui. Espero, de coração, que este artigo tenha feito a diferença para você.

Se fez mesmo, deixe um comentário abaixo e compartilhe, para que faça a alguém que você conhece também.

Um grande abraço e até a próxima!

Você Também Vai Gostar:
Ebook Propostas de Intervenção Originais

Sobre o autor

2 Comentários

  1. Gostei bastante da técnica RACOME. É original?
    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe com seus amigos!

Próximo