Junte-se a milhares de pessoas e entre para nossa lista VIP      CLIQUE  AQUI!
QUER RECEBER GRATUITAMENTE UM CONTEÚDO VIP NÃO PUBLICADO AQUI NO BLOG?
Como se concentrar nos estudos

Não sabendo Como Se Concentrar Nos Estudos, a maior parte das pessoas fracassa em transformar informações em conhecimento.

Isso porque, em um mundo tão convidativo à distração qual o que vivemos, perde o foco no que é mais essencial.

Disso resultam, porém, muitos prejuízos:

  • gastar muito tempo em um conteúdo: sendo um ano pouco para tanta matéria, imagine desperdiçando o tempo?
  • intimidar-se com o volume de matérias: com toda atenção, já nos atemorizamos pelo tamanho do obstáculo, imagine, então, dispersos durante os estudos?
  • desestimular-se sem resultados: se, dando toda atenção aos estudos já não temos ânimo de seguir, imagine sem aprender?

Tão certo como um mais um são dois: não saber como se concentrar nos estudos ocasiona memorização precária do conteúdo e, consequentemente, reprovação na esmagadora maioria das vezes.

Porque:

Quando se está no presente, vemos o que ninguém viu, ouvimos o que ninguém ouviu e sentimos o que ninguém sentiu. (Renato Alves)

Dessa maneira, para “ficar no presente” enquanto estuda, você terá a oportunidade de conhecer os dez mandamentos da concentração nos estudos.

Acho que estas orientações deveriam ser o ponto de partida de qualquer jornada de aprendizagem!

Mandamento 1: A escolha do local

Como se concentrar nos estudos

A escolha do local de estudo ou trabalho apropriado é consideravelmente fundamental para produtividade. Um lugar adequado é responsável por 16% do aumento efetivo de eficiência.

Afinal, é nele que passamos mais tempo. O que nosso Q.G. deve ter para ser mais aliado do que vilão dos nossos estudos? Veja:

ser bem iluminado:

sem boa iluminação, não há como se concentrar nos estudos; a ausência de claridade apropriada afeta diretamente a visualização, causando cansaço e desconforto durante o tempo de estudo;

sem elementos distrativos:

distrações de elementos externos ao conteúdo estudado, como televisão, videogames, revistas, animais etc. exigem que sejamos multitarefa, algo longe do potencial humano sobretudo quando uma das atividades envolvidas é estudar;

sem movimentação:

se qualquer movimentação a(o) distrai, o entra e sai no ambiente deve ser banido. Não havendo nenhum modo de se isolar, vire sua mesa e cadeira em direção à parede;

ser silencioso:

há quem consiga se concentrar em meio ao barulho desde que não seja específico, como alguém chamando o seu nome ou algum ruído irritante. Se você não tiver essa habilidade, procure locais silenciosos;

ter cadeira:

se estiver estudando no seu quarto, evite a cama, porque não só é grande o risco de você dormir como também de vir a sentir dores nas costas, pescoço e nuca depois de algum tempo por causa da má postura corporal;

sem interrupções:

da mesma forma, fuja de ambientes cujas pessoas sejam conhecidas e não estejam estudando com o mesmo afinco que você. Isso eleva sobremaneira as chances de elas ficarem interrompendo-a(o);

sem músicas:

há pessoas que conseguem estudar ouvindo músicas instrumentais ou cantadas em outros idioma; se esse não for o seu caso (como não é o da maioria), prefira o bom e doce silêncio.

Mandamento 2: Ter agenda

Como se concentrar nos estudos

Podemos definir as nossas horas de estudo, mas sem agenda, jamais definiremos as prioridades.

Sem determinar o que e quando fazer, atividades fora dos estudos e sem grande relevância podem surgir, vindo a comprometer o nosso precioso tempo.

É possível, a partir da agenda, estabelecer os horários de cada coisa, inclusive as de ordem pessoal, e assim o nosso tempo será bem aproveitado.

Leia também:  Sem Motivação para Estudar? Então, Toma aqui Uma Forcinha!

Uma ótima opção gratuita e online que pode ajudar-lhe nessa tarefa é o Google Calendar ou qualquer outro aplicativo que desempenhe a função.

Porém, muito cuidado com aplicativos de celular, porque, embora sejam eficientes, estão em um dispositivo que traz verdadeiras arapucas à concentração, como joguinhos e redes sociais.

É bem interessante programar o que fazer nas horas livres, a fim de que as outras atividades que precisam ser feitas tenham a atenção devida e deixem de ser realizadas nas horas reservadas aos estudos.

A agenda tem importância central nas estratégias de como se concentrar nos estudos, porque, depois de feita, permite o planejamento dos melhores horários de estudo, de suas metas, do conteúdo a ser absorvido e das pausas para descanso.

Mandamento 3: A escolha do horário

Como se concentrar nos estudos

A agenda vai-lhe permitir escolher o melhor horário pra ter o máximo de concentração e rendimento no aprendizado.

Muita gente consegue estudar (bem, até) em outros horários que não sejam de manhã. Comigo isso nunca acontece.

Minha concentração e produtividade vão caindo no decorrer do dia à medida que a “CPU” vai ficando cheia e os dados vão sendo processados… rs

Estudar na madrugada e dormir de manhã definitivamente nunca é boa ideia. Já fiz isso na minha época de faculdade e fracassei miseravelmente.

O uso de energéticos, como pó de guaraná e Red Bull, a fim de se manter acordado só complica as coisas, porque o sono vai embora, mas leva junto a concentração.

De manhã, a nossa mente ainda está “fresca”; um bom café da manhã, como o “Bulletproof coffee”, ajuda a turbinar a sua atenção nesse período.

Além disso, o sono da noite tem qualidade muito superior ao do dia, sobretudo aquele que ocorre antes da meia-noite.

Ainda sobre isso, procure dormir o suficiente, de sete a nove horas por noite se quiser ter um bom foco em suas atividades.

Só há como se concentrar nos estudos dormindo o suficiente. Sem dormir, nem estude! Será perda de tempo.

Mandamento 4: A definição de objetivos e metas

Como se concentrar nos estudos

Sem definir objetivos e metas pontuais a serem alcançados, é improvável que saibamos se estamos perto ou distante de uma boa preparação.

Sem saber isso, a motivação para estudar será igual à de ficar em uma fila de banco sem um livro ou celular pra passar o tempo.

Da mesma forma, deixar de estabelecer metas realistas, adaptadas ao seu tempo e performance, também pode ser um fator de desestímulo.

Para quem lê devagar, por exemplo, planejar ler um livro de 300 páginas em 1 semana pode ser surreal.

Ter metas consiste em definir o que será estudado, em quais horas e prazos; o cuidado de posicionar primeiramente os principais assuntos pro exame que se pretende prestar deve sempre ser tomado.

Saber como se concentrar nos estudos passa por ter metas bem definidas e atingíveis.

Mandamento 5: A seleção do conteúdo

Como se concentrar nos estudos

Sobre o conteúdo a ser estudado, já foi dito que os mais relevantes têm de ser priorizados dentro da sua rotina de estudos.

No entanto, entre eles, os mais maçantes devem ser estudados nas primeiras horas do seu aprendizado.

Conceitos abstratos, problemas complexos, leituras que causam sono estão neste grupo.

Porque, nas primeiras horas, a sua disposição está revigorada e consequentemente, neste momento, a sua concentração é naturalmente maior.

Por isso, as tarefas menos desagradáveis devem ser deixadas preferencialmente pro fim de seu dia de estudos. Essa é uma dica chave de como se concentrar nos estudos!

Sobre a leitura, o seu foco nela é tanto maior quanto maior for a sua interação com ela. Isso significa que uma leitura passiva pode começar na cadeira e acabar na cama.

Já a ativa, conta com anotações e marcações de canetas marca-texto; anotações, com o objetivo de manter a concentração e potencializar o aprendizado; e marcações, a fim de manter o foco no que é importante.

Leia também:  Sem Motivação para Estudar? Então, Toma aqui Uma Forcinha!

Outra coisa de fundamental valor: só siga adiante pra outro tópico da disciplina caso esteja entendendo o assunto, porque, senão, certamente você vai dispersar-se.

Teve dúvida? Consulte professores, leia livros sobre o assunto, pesquise na internet, mas nunca passe adiante sem dominar o tema.

Até mesmo porque nem adiantaria seguir em frente e deixar nebuloso um conteúdo que poderia significar a sua aprovação.

NÃO FIQUE DESATUALIZADO!
Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente um conteúdo exclusivo.  
 

Mandamento 6: A programação das pausas

Como se concentrar nos estudos

Você já deve estar cansado de ouvir falar sobre os benefícios da Técnica de Pomodoro e de saber que estudar ou trabalhar sem paradas é improdutivo.

Cabe a cada um de nós determinar o tempo de estudo e o tempo de cada parada que se adapte melhor ao nosso jeito de estudar.

Pra mim, funciona melhor períodos de estudo e pausas relativamente mais longos.

No meu dia, faço turnos de estudo e trabalho de 1h30min. e 2h45min. ININTERRUPTOS, adotando intervalos de 15 minutos entre eles e com 1 parada mais longa, de duas horas, no almoço.

Os intervalos são seus, faça o que quiser deles. Contudo eu não recomendo utilizá-los nos tipos de distrações muito empolgantes e que prendem a atenção, como jogos, por exemplo.

Porquanto será praticamente impossível respeitar rigorosamente o tempo de intervalo nessas condições de envolvimento.

Redes sociais estão liberadas, mas use um bloqueador de tempo para não o extrapolar.

Esse momento é, entretanto, mais bem aproveitado quando usado pra comer algo, beber água, fazer um passeio pelo quarteirão ou, EM CASOS EXTREMOS, um cochilo.

O que costumo fazer para não interromper a minha sequência de estudo, é abrir um bloco de notas ou escrever em post-it quando surge algum pensamento, em forma de ideia, não relacionado ao assunto pesquisado.

Nunca despreze a necessidade de pausas! Valorizar as demais técnicas de como se concentrar nos estudos e ignorar essa é a mesma coisa que tapar nove furos em um barco e deixar um.

Mandamento 7: Evitar os dispositivos eletrônicos

Como se concentrar nos estudos

Computadores, smartphones, tablets e outros dispositivos eletrônicos geralmente são os causadores da falta de produtividade. Correto?

Errado!

A grande causa das distrações atualmente é, por incrível que pareça, a ansiedade crônica da qual todos padecemos.

Aquela sensação de que está tendo uma festa com a presença de todos os seus amigos neste exato momento, sendo que você é o único que deixou de ser avisado.

Essa inquietude leva-nos a estar conectado a todo o instante, querendo saber tudo o que está acontecendo.

Não há nada de errado em saber sobre a vida dos outros; o problema é que essa tentação pode assaltá-lo na hora menos oportuna.

A recomendação, então, é ficar longe dos aparelhos que podem nos possibilitar saciar essa tentação.

Via de regra, os dispositivos eletrônicos jamais podem ficar ativos nesses momentos; computador ligado só se ele for imprescindível pra sua pesquisa.

É ilusão achar que há como se concentrar nos estudos recebendo mensagens a todo o instante de aplicativos de interação social.

Mandamento 8: Fechar janelas

Como se concentrar nos estudos

Àqueles que gostam de estudar mantendo grandes quantidades de janelas abertas no navegador da internet, tenho uma péssima notícia: é totalmente inviável pra concentração.

Da mesma forma que os aplicativos de smartphones são convidativos para distrações, manter guias abertas com assuntos interessantes é estar em constante tentação.

Notícias, e-mails, mensagens das redes sociais, notificações de sites, tudo pode chegar por ali.

Até mesmo janelas contendo o conteúdo que ainda serão pesquisados, podem desviar o seu foco daquilo que você está estudando no momento.

A melhor alternativa é evitar o computador. Mas, se for o caso de você estar pesquisando algo ou mesmo fazendo um curso online, use apenas 1 janela.

Isso também é válido pro uso de programas instalados na máquina no momento do estudo: evite-os!

Leia também:  Sem Motivação para Estudar? Então, Toma aqui Uma Forcinha!

Reflita sobre como se concentrar nos estudos, anulando ao máximo dispositivos que o coloquem em contato com o mundo.

Mandamento 9: A organização do material

Como se concentrar nos estudos

Você pode estar achando que é muito detalhe para atentar, mas preste atenção neste exemplo que eu vou lhe mostrar:

Se todo o dia de manhã alguém gastar R$ 5,00 em um café de manhã na padaria, em um mês serão R$ 150,00 e em um ano R$ 1.800,00.

Agora, transforme isso em minutos… Suponha que, no final do dia, você tenha gastado, entre procurar um material e outro, cinco minutos. Em um ano, serão 30 horas, mais do que um dia inteiro jogado fora.

Por razão tal, é preciso agir de forma inteligente e manter os materiais no seu local de estudo, sempre organizados e acessíveis.

Evite ficar levantando o tempo inteiro atrás de materiais e mantenha o local sempre arrumado.

Organizar o material é uma dica muito poderosa de como se concentrar nos estudos, porém pouco valorizada.

Mandamento 10: Saber dizer “NÃO”

Como se concentrar nos estudos

Somos seres sociais que interagem com pessoas a todo instante (se, claro, não formos ermitões).

Por conta disso, recebemos mensagens, convites para eventos, pedidos de ajuda e todo o tipo de contato que exige a nossa atenção.

Todavia, nunca se esqueça, você tem um propósito mais imediato e que exige aplicação: a aprovação em um exame!

A atenção que as pessoas requerem pode ser dada em outro momento e não exatamente naquele que elas querem.

Por causa disso, é extremamente fundamental saber dizer “NÃO” a certas propostas que são feitas no dia a dia.

Claro que não é necessário ser rude com ninguém; basta que explique a sua situação e que precisa da compreensão da pessoa.

Eu sei que é difícil, porque alguns convites são muito interessantes e serviriam pro nosso próprio divertimento, mas atente para uma coisa:

Você já ouviu dizer que a resposta “talvez” quer dizer “sim” e a resposta “não” quer dizer “talvez”?

Por quê? Porque um “talvez” enche alguém de esperança de que nós digamos “sim” posteriormente; isso leva ele ou ela a nos perseguir até obter aquilo que deseja.

Se “não” quer dizer “talvez”, nem sempre um só “não” é bastante para convencer alguém, sendo preciso sempre nos mantermos firmes na nossa posição.

Ceder, nesse momento, joga o projeto “como se concentrar nos estudos” indiscutivelmente no ralo.

Últimas palavras sobre como se concentrar nos estudos

Como se concentrar nos estudos

Você deve estar pensando: “é complicado estudar com esse nível de dedicação!”

Você está certo. O estudo é “ciumento” e exige exclusividade para si. Isso torna a tarefa muito difícil.

Mas praticá-lo de qualquer maneira, fazendo pouco caso, torna a situação ainda pior, porque você, nem vai conseguir estudar direito, nem aproveitar o seu tempo se divertindo.

E a vingança dele é até mais dolorosa caso ele deixe de receber a atenção que merece: vai mantê-lo preso a si por dois, três ou até quatro anos enquanto você estiver reprovando no curso que deseja passar.

Então, qual é melhor? Ter uma vida monástica, espartana, por UM ano inteiro, ou ter uma vida pouco dedicada a estudar, mas ficar nessa situação por VÁRIOS ANOS?

Você escolhe!

E se o seu maior objetivo hoje é:

  • Passar no vestibular
  • Entrar na universidade dos seus sonhos
  • No curso que você sempre desejou
  • Conquistar reconhecimento, admiração e o orgulho dos seus pais e amigos

Espero que essas dicas sobre como se concentrar nos estudos tenham sido úteis para você.

Grande abraço e até!

Ebook Propostas de Intervenção Originais

Sobre o autor

Bacharel e licenciado em Letras, especialista em redação e profundo admirador da arte da escrita.

2 Comentários

  1. Prefiro estudar um ano inteiro.
    O estudo é questão de hábitos.
    É estudar cada dia aos poucos e no decorrer dos meses, o meu tempo de estudo aumenta.

    Um belo artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe com seus amigos!

Próximo